Microcefalia

Ir para baixo
Raquel
Raquel
Admin
Mensagens : 356
Data de inscrição : 10/08/2013
Idade : 26
http://www.gestantesonline.com

Microcefalia  Empty Microcefalia

Qui Mar 14, 2019 1:57 pm
Microcefalia  Bebe-m10


Microcefalia

Uma criança que tem a doença pode sofrer de vários sintomas como o atraso mental, déficit intelectual, paralisia, convulsões, epilepsia, autismo e até rigidez nos músculos. 
Apesar de não existir um tratamento específico para a doença, existem algumas medidas para tentar amenizar os sintomas. 
Algumas crianças geralmente precisam de fisioterapia para se desenvolver melhor, evitando complicações respiratórias e até mesmo úlceras que podem surgir.

A microcefalia pode ser classificada como primária quando os ossos do crânio se fecham durante a gestação, até mais ou menos os sete meses de gravidez da mulher, o que acaba ocasionando mais complicações na vida. 
A microcefalia secundária é quando os ossos se fecham na fase final da gravidez ou depois que o bebê nasce.

O diagnóstico da doença pode ser feita durante a gestação, fazendo exames no pré-natal, podendo ter a confirmação logo após o parto através da medição do tamanho da cabeça do bebê. 
A tomografia computadorizada ou ressonância magnética cerebral também ajudam a medir a gravidade da microcefalia e quais serão suas possíveis consequências para o desenvolvimento da criança.

Existem alguns tratamentos para a doença, mas cada caso é um caso. Para melhorar a capacidade da fala é preciso ter um acompanhamento de um fonoaudiólogo por pelo menos 3 vezes por semana. 
Além disso, os pais devem acompanhar os filhos e fazer atividades como cantar pequenas músicas e falar com a criança olhando diretamente nos olhos, para que ela responda ao estímulo.

Para melhorar o desenvolvimento motor, aumentar o equilíbrio, evitar atrofia dos músculos e os espasmos musculares é importante fazer o máximo de sessões de fisioterapia possível, pelo menos 3 vezes por semana, fazendo alguns exercícios simples como sessões de psicomotricidade, hidroterapia, bola de Pilates e alongamentos.

Para aumentar a autonomia de uma criança é preciso realizar terapia ocupacional algumas vezes por semana, pois essas atividades como escovar os dentes ou tentar comer usando talheres, ajudam a criança a ficar cada vez mais independente, podendo fazer suas atividades sozinhas.

Além destes tratamentos acima, uma criança que sofre de microcefalia precisar tomar vários remédios que são indicados pelos especialistas, para evitar convulsões ou tratar a hiperatividade. 
Nos casos mais graves, é possível fazer uma cirurgia na cabeça para permitir o crescimento do cérebro, reduzindo as sequelas da doença. 
Mas é preciso ter alguns cuidados, pois para a cirurgia dar certo é preciso ser feita até dois meses de vida do bebê e não é indicada para todos os casos, somente quando podem existir muitos benefícios e poucos riscos.


Microcefalia  Microc10


A expectativa de vida das crianças que sofrem coma doença é semelhante à das crianças que não sofrem do problema, porém irá depender de vários fatores que incluem a gravidade da doença, se existem outras outros problemas associados e da forma como a criança foi tratada.
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos