O que preciso saber antes da introdução alimentar ?

Raquel
Raquel
Admin
Mensagens : 356
Data de inscrição : 10/08/2013
Idade : 26
http://www.gestantesonline.com
16042019

O que preciso saber antes da introdução alimentar ? Introd10



O que preciso saber antes da introdução alimentar?


Uma boa introdução alimentar é fundamental para que, no futuro, o pequeno desenvolva uma alimentação mais equilibrada e saudável. 
Por esse motivo, o período de amamentação pode ser também um momento para toda a família refletir sobre seus hábitos alimentares e se informar, para se preparar para os primeiros passos da introdução alimentar do pequeno. 
Esta fase pode gerar dúvidas e inseguranças, por isso, é recomendada a visita ao pediatra, e, se possível, ao nutricionista, para um melhor acompanhamento e, também, para tirar dúvidas mais específicas.

A introdução alimentar é um assunto sério e complexo, que envolve a segurança do seu bebê. 
Mas as soluções são mais simples do que o nosso medo de errar faz parecer 

Para ajudar mamães e papais que estão passando por esta fase, conversamos com a nutricionista Ana Elisa Casalinho, que deu algumas dicas e informações que vão te deixar mais segura(o) neste momento. 
Segundo a nutricionista, “essa fase define o paladar e abre um leque de opções de texturas e sabores variados. 
Por isso, a alimentação de um bebê até um ano deve ser composta de produtos naturais isentos de açúcar e sal, ou potinhos, vidrinhos, pacotinhos, saquinhos, latinhas, entre outros industrializados”. Então, quais as melhores opções no momento da introdução alimentar do bebê?

Como preparar o bebê para a introdução alimentar

Os primeiros alimentos da vida do bebê!



Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) é recomendado que a introdução alimentar comece a partir dos 6 meses de idade, sendo que, até lá, a amamentação deve ser exclusiva e em livre demanda. 
No entanto, mesmo com a alimentação já estabelecida, é indicado que a amamentação continue até os 2 anos, ou mais.



Chegou a hora! 


O pequeno já está com 6 meses e, além do leite materno, pode ingerir outros alimentos. 
Frutas, legumes, arroz, feijão, macarrão… 
Entre tantas opções, surge uma dúvida para mamães e papais: 
quais alimentos ideias para cada etapa do desenvolvimento dos pequenos?

Segundo a nutricionista Ana Elisa, “a introdução alimentar deve ser feita de forma lenta e gradual, respeitando o desenvolvimento do bebê e a região onde vive. 
Aqui no Brasil, por ser um país tropical, começamos pelas frutas. 
Depois acrescentamos os legumes de bases, legumes e vegetais coloridos, verduras e proteínas. 
E por últimos arroz/feijão/macarrão.”. 

É importante ressaltar que neste momento, respeitar o tempo, a aceitação e o apetite da criança, é fundamental. 
Cada criança é única, portanto, evite comparações e, na dúvida, busque a ajuda de um profissional que possa auxiliar no processo.

Mas, e os líquidos?


Outra dúvida comum entre a família sobre a alimentação infantil, é em relação aos líquidos. 
Pode dar suco para os bebês? 
A partir de que idade? 
Sobre este assunto, Ana Elisa ressalta: “entre 6 e 12 meses somente água, após esta fase, os sucos naturais são bem-vindos. 
Sempre em pouca quantidade dando preferência para frutas.”.

Os desafios da Introdução alimentar


Conforme afirma a nutricionista, se a alimentação da família é saudável ficará tudo muito mais prático. 
No entanto, a introdução alimentar pode gerar muitas expectativas nos pais e é muito comum que o bebê não as corresponda, comendo menos que o esperado, recusando muitos alimentos. 
Isso gera uma grande preocupação e frustração. 
Porém, a nutricionista ressalta, “o importante é o que o bebê come e não o quanto.”. 
Portanto, é fundamental estar sempre atento aos sinais do bebê, se ele demonstra interesse pelos alimentos, se demonstra fome/saciedade, para não forçar e nem deixar de oferecer e estimular suficientemente.
Compartilhar este artigo em:redditgoogle

Comentários

Nenhum comentário

Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos