Quais os métodos de introdução alimentar ?

Raquel
Raquel
Admin
Mensagens : 356
Data de inscrição : 10/08/2013
Idade : 25
http://www.gestantesonline.com
16042019

Quais os métodos de introdução alimentar ? Introd11


Quais os métodos de introdução alimentar?


Além da tradicional papinha, hoje em dia, outros métodos de introdução alimentar têm ganhado popularidade. 
Vale lembrar que, no momento de escolher a melhor opção para o seu pequeno, é importante considerar os hábitos e a rotina da família e do bebê. 
Confira três métodos para introduzir os novos alimentos na vida do seu pequeno:

1. A tradicional papinha


Este é um método muito tradicional, que envolve, basicamente, amassar os alimentos, no liquidificador ou no garfo, e oferecê-los em forma pastosa ao bebê.  
Por meio das papinhas, é possível misturar diferentes tipos de alimentos, mas, por outro lado, a criança come sem saber ao certo o quê está comendo e as texturas ficam indiferenciadas, já que são as mesmas.
Já não é tanto recomendado.

2. BLW


O método BLW tem ganhado muitos adeptos.  
Pensado e desenvolvido pela britânica Gil Rapley, este termo significa, em tradução livre, “desmame guiado pelo bebê” (baby-led weaning) e consiste em oferecer alimentos em pedaços ao pequeno, de modo que ele mesmo se alimente, de acordo com sua curiosidade, apetite e interesse.  


BLW: Mamãe, papai, hoje eu vou comer sozinho!


3. Pê-efinho


O pê-efinho é o que o próprio nome sugere: oferecer à criança uma mini versão do prato dos adultos. Nesse método, os mesmos alimentos consumidos pela família, são amassados ou picados em pequenos pedaços, montados em um pratinho e oferecidos ao bebê, de modo que ele  sinta a textura e o sabor dos diferentes alimentos.
Na hora de comer…
É importante evitar distrações! 
Prefira sempre sentar à mesa, tornando o momento da alimentação um ritual prazeroso para toda a família. 
Afinal, se alimentar é mais do que ingerir nutrientes, é uma experiência social importante e, quanto mais prazeroso for esse momento, melhor será sua relação com a comida.


Atenção ao que vai à mesa: se você não deseja que seu filho coma determinados alimentos, evite consumi-los em casa.

Meu filho viu, e agora? 


Porém, não é porque a criança viu alguém comendo determinado alimento que ela precisa comer também. 
Crianças sentem-se interessadas pelo mundo à sua volta, de forma geral. 
Se ela viu uma pessoa comendo um sorvete na rua, por exemplo, distraia sua atenção para outra coisa. 
Isso evitará que seu pequeno consuma, em excesso, açúcares e outros alimentos industrializados que podem prejudicar sua saúde.
Compartilhar este artigo em:redditgoogle

Comentários

Nenhum comentário

Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos